Como Estudar a Bíblia Corretamente

como estudar a biblia

A pergunta “Como estudar a biblia?” não é apenas para novos cristãos. Qualquer pessoa interessada em estudar a Bíblia se beneficiará pensando em como estudá-la. Em 2 Timóteo 2:15, o apóstolo Paulo escreveu:

“Faça o melhor possível para apresentar-se a Deus como um aprovado, um obreiro que não precisa se envergonhar e que lida corretamente com a palavra da verdade”.

A frase grega traduzida como “manusear corretamente” também significa “guiar em um caminho reto”.

Ao estudarmos a Bíblia, é importante que façamos o nosso melhor para permanecer no caminho certo quando se trata de interpretá-lo e compreendê-lo.

Mas como podemos fazer isso? Este artigo apresentará várias abordagens e métodos úteis no estudo geral da Bíblia.

Outros artigos desta série analisam especificamente certos tipos de estudo bíblico, tais como estudo pessoal ou devocional, estudo bíblico familiar e estudo aprofundado da Bíblia.

Interpretando a Bíblia

curso de teologia a distância online
Curso de estudos teológicos

Um alicerce fundamental do estudo da Bíblia é a interpretação. Tecnicamente conhecida como hermenêutica, a interpretação bíblica oferece alguns princípios básicos para ajudar a entender a Bíblia.

O princípio mais importante é o contexto. Isso significa que, ao estudar a Bíblia, é preciso ter em mente não apenas o contexto imediato da parte em estudo, mas também outras formas de contexto, como o contexto cultural, o contexto literário e muito mais.

Geralmente, no entanto, basta ter uma compreensão básica do contexto imediato do que está sendo estudado.

Ler o que vem antes da passagem que está sendo estudada, o que vem depois e o que a Bíblia diz como um todo sobre o tópico que está sendo estudado, são todos conceitos-chave a serem lembrados.

Mais frequentemente do que não, erros ou dificuldades de interpretação ao estudar a Bíblia surgem como resultado de não ter uma compreensão adequada do contexto.

Outro aspecto importante da interpretação da Bíblia não é basear um ensino teológico elaborado com base em uma passagem aparentemente obscura ou isolada.

Se uma passagem ou ensino é importante, muitas vezes há vários casos em toda a Bíblia, onde o tópico é discutido com mais clareza.

Em tais casos, olhar para muitas passagens paralelas para entender melhor um tópico é mais útil do que fixar-se em uma passagem mais obscura ou difícil, quando a resposta ao problema em questão geralmente pode ser resolvida recorrendo-se a passagens mais claras.

Também tenha em mente o contexto cultural e o gênero da passagem em estudo.

Tenha em mente que estamos olhando para os escritos bíblicos que são separados do nosso tempo por séculos mais de 1.950 anos no caso do Novo Testamento e ainda mais no caso do Antigo Testamento.

A Bíblia também foi originalmente escrita em contextos culturais diferentes do que estamos acostumados.

Isso, é claro, não significa que a Bíblia não seja relevante para nós, mas quando se trata de estudá-la e tentar compreendê-la, lembre-se de questões relacionadas ao contexto.

O gênero também é importante. Isso tem a ver com o tipo de passagem que estamos estudando na Bíblia.

Por exemplo, a Bíblia contém poesia, ditos sábios, história, cartas, escritos proféticos, literatura apocalíptica e muito mais.

Às vezes, ao estudar a Bíblia, saber o gênero que estamos estudando nos ajudará.

Por exemplo, Provérbios contém muitos ditos sábios destinados a serem úteis, conselhos gerais, mas este conselho nem sempre é absolutamente vinculativo da mesma maneira que uma promessa de Deus seria.

A última parte da orientação sobre interpretação e estudo da Bíblia tem a ver com interpretar a Bíblia literal ou figurativamente. Isso às vezes depende do contexto também.

A Bíblia está cheia de linguagem rica. Jesus, por exemplo, freqüentemente usava quadros de palavras para ajudar a comunicar sua mensagem, como quando ele dizia coisas como: “Eu sou o portão” (João 10: 7-9 NVI).

Jesus obviamente não é um portão literal com uma alça e dobradiças. Esta é uma passagem figurativa destinada a ilustrar um ponto.

Por outro lado, interpretar a linguagem literal de maneira figurada também pode ser um problema, porque, se não formos cuidadosos, poderemos terminar espiritualizando passagens que devem ser tomadas literalmente.

Dicas de estudo da Bíblia

metodo para ler a bilbiaQuais são, então, algumas outras dicas para estudo da Bíblia? Ler a Bíblia devagar e com cuidado é preferível a lê-la rápida e descuidadamente.

Em nossa cultura acelerada, muitas vezes queremos tentar chegar a um ponto de compreensão o mais rápido possível. Mas a Bíblia é melhor ler devagar, não rapidamente.

Uma vez que uma passagem para estudo tenha sido selecionada, leia-a lentamente.

Outra dica envolve fazer algumas perguntas básicas sobre a passagem em estudo. As questões jornalísticas típicas podem ser úteis: quem? O que? Onde? Quando? Por quê? Como?

Tente determinar o assunto principal da passagem em estudo: quem a escreveu; quem originalmente recebeu e em que contexto; Existe um versículo chave que poderia resumir essa passagem sendo estudada?

Que podem conter uma referência a Deus, a Cristo, à natureza humana ou ao comportamento em geral; ou há algum aspecto da passagem que é relevante em um nível prático em sua própria vida?

Manter um diário geralmente ajuda no estudo da Bíblia. Isso pode ser para anotações devocionais, perguntas e insights teológicos, perguntas que você possa ter e muito mais.

Não precisa ser um diário elaborado, mas um caderno simples, onde você pode anotar insights que você encontra durante os seus tempos de estudo da Bíblia.

Estudar a Bíblia por si só é útil para tempos pessoais e devocionais, mas certifique-se de que o estudo da Bíblia também possa envolver outras pessoas.

Descubra se a sua igreja oferece estudos bíblicos em pequenos grupos e procure por um que lhe interesse. Muitas vezes, outras pessoas terão o mesmo tipo de perguntas sobre a Bíblia que você terá.

Como resultado, estudar e discutir a Bíblia com outros crentes ajudará todos a crescer em sua fé.

Tente não pular muito em seus tempos de estudo. Em vez de ler versos breves e isolados de diferentes livros da Bíblia, tente concentrar-se em passagens e livros mais longos.

Você pode querer selecionar um tema ou tópico amplo para estudar também, como o plano de redenção de Deus. Em geral, no entanto, estudar o livro bíblico por livro é melhor do que saltar muito de seção em seção.

Se o seu tempo é limitado ocasionalmente, mas você ainda gostaria de estudar a Bíblia com mais cuidado, tente ler salmos inteiros ou passagens de Provérbios.

Qual é o ponto?

Estudar a Bíblia pode ser uma aventura para toda a vida. Ele contém elementos simples e práticos, mas também  profundos e comoventes que ajudarão cristãos de todos os tipos a crescer em sua fé.

O estudo da Bíblia nunca deve se tornar apenas uma tarefa acadêmica, embora isso tenha o seu lugar.

Tenha sempre em mente que o ponto mais importante do estudo da Bíblia é conhecer melhor a Deus para que Ele seja glorificado. Ao longo do caminho, seremos edificados, desafiados e mudados para melhor.

Aprender a lidar corretamente com a palavra da verdade (2 Timóteo 2:15 NVI) através do estudo da Bíblia pode ser agradável e recompensador.

Saiba Mas No Site: comoentenderabiblia.com